Número do dia: 2 jogos no Mineirão tiveram nada menos que 11 gols cada

O Cruzeiro aplicou as duas maiores goleadas do Mineirão.

As partidas no Mineirão com maior número de gols foram:

  • Cruzeiro 8 x 3 Siderúrgica (16/02/1966)
  • Flamengo (Varginha) 0 x 11 Cruzeiro (09/10/1980)

Fonte: Site Novo Mineirão

Anúncios

Paulo Safady Simão: A abertura da Copa 2014 tem que ser em Belo Horizonte

Presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o empresário Paulo Safady está otimista com as oportunidades que a Copa de 2014 está abrindo para o setor que representa, com obras de infraestrutura, civis e a reforma e construção de estádios. Para ele, não há dúvidfa: o Mineirão é a melhor opção para abrir a Copa.

Paulo Pedrosa, do Sindhorb: Quero o Mineirão abrindo a Copa de 2014

Paulo Pedrosa é empresário e presidente do Sindhorb, entidade que congrega bares, casas de espetáculo, hotéis e restaurantes de Belo Horizonte, setores entre os mais beneficiados pela realização da Copa. O empresário fala da preparação da capital para o evento e também defende o Mineirão como palco da abertura da Copa de 2014.

Diário do Comércio: Nova etapa de obra do Arrudas deve ficar pronta em 2013

Do Diário do Comércio

Ampliação do Boulevard Arrudas prossegue

Intervenções, orçadas em R$ 146 milhões, deverão ser concluídas no primeiro semestre de 2013.

MARA BIANCHETTI.

Reprodução do Diário do Comércio

As obras de extensão do Boulevard Arrudas, entre a avenida Barbacena e a rua Extrema, no bairro Calafate, iniciadas em setembro, seguem em ritmo acelerado. Com pouco mais de um mês de execução, a recuperação estrutural da laje de fundo e das paredes do canal já estão sendo realizadas.

Dessa maneira, a expectativa é de que as intervenções, orçadas em aproximadamente R$ 146 milhões, sejam finalizadas no primeiro semestre de 2013. As informações são da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap).

O trecho tem extensão de 1,7 quilômetro e os serviços deverão seguir o mesmo planejamento das obras realizadas entre a rua Carijós e as avenidas Barbacena e Tereza Cristina, também no Boulevard.

Entre os trabalhos previstos para a nova etapa de cobertura do canal do ribeirão, está a recuperação da laje de fundo e o recobrimento da canalização, bem como a implantação de canteiro central elevado, demolição e reconstrução dos passeios laterais mais largos, construção de ciclovia e recuperação e ampliação da drenagem pluvial, além de novas pistas de rolamento.

Também nesta fase será erguido um viaduto com três faixas por sentido a partir de 100 metros antes da rua Paraguaçu, no bairro Prado, até o cruzamento da rua Prados, sentido Padre Eustáquio. O elevado terá 13 metros de altura, 451 metros de extensão e 25 metros de largura. Conforme informações da Sucecap, a construção da estrutura visa permitir melhoria na capacidade operacional da avenida Tereza Cristina.

O Consórcio Boulevard V, formado pelas empresas Andrade Gutierrez e Mendes Júnior foi classificado em primeiro lugar no processo de licitação e executa os trabalhos. O edital das obras de implantação do chamado Boulevard Arrudas V foi lançado em maio e a abertura dos envelopes ocorreu no dia 28 do mesmo mês.

Silva Lobo – Também está em andamento a construção do trecho do Boulevard Arrudas que começa na avenida Barbacena e segue até a avenida Silva Lobo, no bairro Calafate. Já as intervenções iniciadas em junho de 2010, no trecho do mesmo Boulevard que vai da rua Carijós, na região central de Belo Horizonte, até a avenida Barbacena, com extensão de 1,1 quilômetro foram concluídas no mês passado.

As obras, que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a Copa do Mundo de 2014, receberam investimentos de R$ 63,5 milhões, contam com recursos da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e os serviços foram executados pelo consórcio formado pela Mendes Júnior Trading e Engenharia S/A e Via Engenharia S/A.

Além disso, no dia 10 de setembro foi publicado o edital para contratação de empresa de consultoria especializada para a elaboração do projeto executivo da continuidade do Boulevard Arrudas, ao longo da avenida dos Andradas, no trecho compreendido entre as Ruas Carijós e Rio de Janeiro.

As empresas interessadas em participar da licitação têm até o início de novembro para apresentarem suas propostas, já que a abertura dos envelopes está prevista para o dia 3 do próximo mês. Neste caso, o preço de referência dos serviços é de aproximadamente R$ 1,53 milhão.

13/10/2011

Portal G1: Obras de mobilidade da Copa já muda avenidas de Belo Horizonte

Do Portal G1

Projeto de Mobilidade da Copa de 2014 muda avenidas de BH

Segundo a Sudecap, 20% das intervenções previstas já começaram.
Três obras do projeto estão em andamento.

Reprodução do Portal G1

O projeto de mobilidade para a Copa de 2014 começa a dar novos ares na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), 20% das intervenções previstas já começaram, e três obras do projeto estão em andamento. Quarenta e seis imóveis já foram desapropriados e 43, demolidos paras as reestruturações

Segundo a Sudecap, na Avenida Pedro I, duas pistas centrais vão ser exclusivas para o Transporte Rápido por ônibus (BRT), um sistema com transportes maiores e mais rápidos. O canteiro central ampliado é para receber as plataformas da estação de integração do BRT Antônio Carlos/ Pedro I. Ela vai ficar onde hoje tem uma área verde, perto da barragem da Pampulha.

A Avenida Santa Rosa também passa por uma reforma na pavimentação, por causa do novo modelo de transporte. Já na Avenida Abraão Caram, a reestruturação é para construir dois viadutos e uma trincheira que facilitem o acesso ao Mineirão, informou a Superintendência.

De acordo com a BHTRANS, 45 mil veículos passam todos os dias só na Avenida Pedro I. Ainda segundo a Sudecap, a previsão é que as obras na interseção das Avenidas Antônio Carlos e Abraão Caram sejam concluídas até o mês que vem.

Para ler no Portal G1 http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/10/projeto-de-mobilidade-da-copa-de-2014-muda-avenidas-de-bh.html

13/10/2011

Histórias do Mineirão: A festa da inauguração do Gigante da Pampulha – 1

O Mineirão foi logo saudado pelos torcedores mineiros, com entusiasmo, como a nova casa do futebol. Durante 10 dias, vários jogos foram realizados, sempre com grande público. Acompanhe os momentos iniciais do estádio nessa série.

Previsões assustadoras dão trabalho

Mineirão em 1965

Mineirão em 1965

“Um bruxo de Contagem previa uma catástrofe na inauguração do Mineirão. Dizia o adivinho de araque que o estádio desmoronaria. Suas visões, descritas em jornais sensacionalistas, eram aterrorizadoras. Um apocalipse localizado, com gemer e ranger de dentes. Belo Horizonte amanheceu o 5 de setembro de 1965 entre a euforia pelo jogo inaugural entre a Seleção Mineira e o River Plate, e a suspeita de a previsão se confirmar. O engenheiro-chefe da obra, Gil César Moreira de Abreu, entregou-se à explicação técnica para jornalistas de rádios, TVs e jornais, sobre a improbabilidade de tragédia ocorrer. Às 5 horas dezenas de funcionários já estavam de prontidão para receber o público e as autoridades.

O evento ganhou projeção nacional. Em depoimento, o superintendente da TV Itacolomi, José de Oliveira Vaz, dizia que a emissora se preparara, durante uma semana, para cobrir a festa. As outras TVs do grupo Associados tinham interesse em retransmitir para todo o País a solenidade do Mineirão. Milton Colen foi o locutor e quem não pode ir ao estádio, colou os olhos na telinha.”

Extraído do livro ˜Mineirão 40 Anos – Paixão e Emoção”, de autoria de Wagner Seixas, Alexandre Simões e Carlos Henrique Ribeiro – 2005