Estado de Minas: Copa 2014 vai promover interiorização do turismo em Minas

Do Estado de Minas:

Potencial turístico de Minas deve ser explorado para a Copa

Interior do estado é foco de investimento turístico

Paula Sarapu

Reprodução do Estado de Minas

Minas Gerais quer aproveitar a vinda de turistas para a Copa’2014 para explorar e incentivar o turismo no interior. Com base em uma pesquisa sobre o perfil do torcedor que esteve na África do Sul, indicando que 83% dos visitantes fizeram turismo adicional, a Secretaria de Estado do Turismo listou 22 municípios classificados como principais atrativos. O Comitê Gestor da Copa afirma que o estado é um dos mais bem preparados, contudo, a própria secretaria admite que 21 dessas cidades sequer têm sinalização adequada para receber visitantes.

De acordo com o secretário Agostinho Patrus Filho, os municípios precisam de placas de acesso e interpretativas, aquelas que apontam as opções de lazer e atrações das cidades. A secretaria identificou também que 14 municípios da lista precisam capacitar seus profissionais no que diz respeito a idiomas, atendimento e informações turísticas. Quanto ao receptivo dessas cidades, 12 também precisam melhorar.

“Temos muito o que fazer na promoção desses destinos. Precisamos identificar as potencialidades de cada local e incentivar a comercialização de produtos além dos que já estão no mercado. Uma pesquisa sobre o interesse dos visitantes que vêm ao Brasil mostra que 60,2% querem sol e praia, 26,9% estão interessados em ecoturismo e 8,5%, em cultura. Mas, na Copa na África do Sul, a pesquisa indicou que 36% queriam ver futebol, 20% estavam interessados em aventura e apenas 15% em sol e praia. Esta é a grande oportunidade de Minas Gerais”, afirmou o secretário.

Agostinho Patrus participou nessa quinta-feira da primeira reunião do Comitê Gestor da Copa e anunciou o resultado de recente pesquisa feita com 5.653 turistas que desembarcaram em Belo Horizonte. Ele diz que os resultados estão acima da média, mas o serviço com melhor reconhecimento – telecomunicações – recebeu nota 6,88, numa escala de zero a 10. Hospedagem aparece em segundo lugar, com 6,62, e o estádio vem em seguida, com nota 6,37.

Foram avaliados ainda a segurança, o serviço dos aeroportos e o transporte público, que obtiveram notas abaixo de 6. No ranking, segurança obteve 5,98; aeroportos, 5,67; e transporte, 5,47. “Estamos, no entanto, com nota acima da média do Brasil quando a avaliação diz respeito a Minas Gerais. Tiramos 6,05 e a nota do país foi 5,2”, argumenta o secretário.

Sem puxadinho

O superintendente da Infraero, Mário Jorge Fernandes de Oliveira, participou das apresentações e disse que só pode garantir que o terminal 1 e o terminal remoto estarão prontos até 2013. A licença ambiental para as obras de reforma do terminal de passageiros deve ser liberada hoje. No projeto estão previstas ampliação do saguão, instalação de 17 elevadores, seis deles panorâmicos, substituição de escadas rolantes e instalação de outras quatro (totalizando 10), nova sinalização e até a troca do piso, que será de granito. O projeto para o terminal remoto ainda está sendo definido, mas, segundo ele, “não será um puxadinho”. “Haverá pátio, embarque, desembarque e estacionamento. Terá capacidade para 4,9 milhões de passageiros”, diz.

Estado não desiste de sediar abertura

Durante a reunião dessa quinta-feira do Comitê Gestor da Copa, que deverá se repetir em maio e outubro do ano que vem, os integrantes do comitê apresentaram dados sobre o andamento de outras obras. Representante da empresa Minas Arena, responsável pela obra do Mineirão, Ricardo Barra disse que toda a demolição na parte interna do estádio já foi feita. O anel superior e a fachada foram preservados. A nova cobertura está sendo fabricada e terá 26 metros de extensão além da parte em concreto, cobrindo quase toda a área de cadeiras. Segundo ele, o anfiteatro do lado de fora do Mineirão poderá receber eventos para até 60 mil pessoas.

Para o secretário extraordinário da Copa do Mundo, Sérgio Barroso, o estádio tem todas as chances de ser escolhido pela Fifa para receber a festa de abertura do Mundial de futebol. “O resultado sai no dia 20 e, se for por méritos, o Mineirão será sede da abertura. Atendemos a todos os requisitos e o estádio estará pronto até 31 de dezembro de 2012”, garantiu.

CTs A Fifa tem uma lista com 19 cidades mineiras classificadas ou pré-classificadas para receber as seleções do mundo para treinamento. A escolha, porém, é das próprias delegações, que vão avaliar, além dos campos disponíveis, a proximidade com aeroporto capaz de acomodar aeronaves de 120 passageiros ou mais, além da existência de hotel quatro estrelas com pelo menos 55 quartos, restaurante e academia de ginástica com área adequada para musculação.

14/10/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s